Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A minha vida dava uma série...

(qualquer semelhança com outras realidades, é pura coincidência!)



Domingo, 19.08.12

Abertura da Caça

Eram 7 da manhã quando acordei sobressaltada com o toque insistente e perturbador da campainha da minha casa.

"Francisco acorda, estão a tocar à campainha, não ouves?"...ainda pensei: "que raiva, para variar está a dormir que nem uma pedra", mas depressa percebi que o Francisco nem estava na cama...

Levantei-me e fui direita ao intercomunicador, passou-me tanta coisa pela cabeça (só filmes), abri a portada e com o sol a bater-me nos olhos vi uma sombra em frente ao portão, deu para notar que era silhueta de alguém do sexo masculino. Perguntei quem era (parecia o irmão do Francisco, o meu coração disparou...mas não quis acreditar, porque se fosse teria que ter acontecido alguma desgraça), ouvi então o homem (e a minha mãe que me desculpe, vou chamar-lhe homem porque um senhor não era de certeza, senão esperava mais 2 horas para me acordar e tocar delicadamente à campainha).

Só o ouvia a chorar e a pedir ajuda, a dizer que o tinham deixado ali..."que ricos amigos deves ter" (pensei eu).

Mas depois caiu a ficha, e conclui que só podia ser mais um esquema de assaltantes, queriam era que eu fosse lá, pois pois...o homem sentou-se no chão encostado ao portão e continuava a chorar e a gritar...comecei a procurar e a chamar o Francisco pela casa e nada, "mas onde andaria ele áquela hora?que coisa estranha!" (pensei eu já aflita).

Desesperada e a tremer por todos os lados, só me lembrava da noite em que tentaram assaltar-me a casa comigo lá dentro, sozinha com os meus filhos (mas isso é outro episódio que não gosto de recordar muitas vezes) procurei o meu telemóvel por todo o lado e nada..."calma Patrícia...isto não é a casa dos 3 Porquinhos, estás aqui bem segura, e eles não vão conseguir entrar" (pensava eu para me tranquilizar). Encontrei o telemóvel e liguei ao Francisco..."estou a caçar!" (disse ele na maior)..."FRANCISCO ANDA PARA CASA JÁ, ESTÁ UM HOMEM AQUI...BLÁ BLÁ BLÁ"..."ah deve estar com os copos ou pedrado, eu já o estou a ouvir há algum tempo aos gritos pela estrada fora" (respondeu ele)...

Entretanto espreitei pela janela e vi o homem levantar-se e a seguir pela estrada fora e a gritar (deve-se ter cansado de esperar pela minha ajuda).

E pronto, foi isto, vivi sozinha mais um episódio sinistro e tudo graças à abertura da caça, que foi hoje, pelo que percebi, obrigadinha ao Francisco por me ter avisado, não caçou nada (pois claro, não há caça), se tivesse ficado em casa teria feito melhor figura com a espingarda.


Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

por Patrícia Madeira às 20:48




Acerca de mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Agosto 2012

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031

Visitas

HTML Hit Counters
Web Counter



Blogues e páginas que sigo

TRALHAS E PASSATEMPOS

CULINÁRIA

DIVERSOS E FAVORITOS

LEITURA

MODA E BELEZA