Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A minha vida dava uma série...

(qualquer semelhança com outras realidades, é pura coincidência!)



Segunda-feira, 03.08.15

Os inconvenientes da praia

Eu gosto de praia, adoro ouvir o mar, apanhar sol, andar na areia...mas há coisas que me irritam na praia: as raquetes, as bolas e os discos.

O constante "tac-tac" das bolas a baterem nas raquetes, esse ruído que se sobrepõe ao som das ondas do mar, irrita-me profundamente. E quando a maré está cheia, a praia apinhada de gente, o único espaço que nos sobra da toalha até à água, é precisamente onde se encontram os que jogam com as raquetes. Uma pessoa tem que esperar que deixem cair a bola, para depois passar e entrar no mar, ou então arrisca-se a passar e levar com uma bola nos olhos. É enervante!

E há os grupinhos de amigalhaços que passam o dia a jogar à bola na praia, como se a praia fosse toda deles. Já levei com uma bola na cabeça, vi estrelas e garanto que não foi nada bonito. Estes grupinhos, quando param de jogar, atiram-se todos ao mar, com toda a brutalidade, para se refrescarem, e acabam por molhar aqueles que não conseguem entrar na água gelada e ficam com ela só até á cintura para aí uma meia-hora antes de conseguirem mergulhar. Ai que raiva!!!

E os discos, os que fazem razias às nossas cabeças e não só? Outro jogo magnifico de praia...que só me apetecia era atirar-lhes com aquilo à cara de cada vez que levei com eles nas costas, mas felizmente já não se vêm tantos como há uns anos atrás.

Mas porque é que não ficam todos nas toalhas a jogarem à sueca ou ao UNO? Bahh, haja paciência!

Depois há outras coisas que não me irritam, mas que me provocam uma certa comichão.

Fumarem na praia e como se não bastasse, apagarem os cigarros na areia, e deixarem lá aquela porcaria para todos pisarem e para criancinhas pegarem naquilo e levarem á boca. Ai tão higiénico!

Cães na praia acho inadmissível! Desculpem-me os defensores dos animais, mas passo a explicar: há aquelas pessoas que levam os cães para a praia e passam lá um dia inteiro com eles amarrados ao guarda-sol, com aquele calor horrendo que não deve ser nada fácil para os cães suportarem. E há também aqueles que deixam os seus animais fazerem o xixi e o cocó na praia e depois tapam com a areia e fica aquilo para ali. Sem mais comentários!

As pessoas que não têm a noção do espaço territorial dos outros e que não o respeitam, aquelas que estendem a toalha a 10 cm de distância da nossa, aproveitando-se muitas vezes até da sombra do nosso guarda-sol. Dá comichão não dá?

Criancinhas a brincarem na praia é lindo, mas se estiverem como vieram ao mundo? Sem uma única peça de roupa a cobrir as suas partes intímas? Não acho nada higiénico quando se rebolam na areia, com tantas beatas, cocós e xixis de cão, e não só...a areia é propícia a causar fungos...e sem falar do pior, daquilo preocupa a maior parte dos pais de hoje em dia, há tanta gente maluca por aí, como é possível ainda deixarem os filhos andarem nus em público?

Eu gosto da praia, de preferência sem grandes multidões, sem ruídos e que dê para passear à beira-mar sem ter que estar a pensar nas bolas, a não ser aquelas com recheio de chocolate, ahhh tão bom.

praia.jpg

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Patrícia Madeira às 12:04




Acerca de mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Agosto 2015

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031

Visitas

HTML Hit Counters
Web Counter



Blogues e páginas que sigo

TRALHAS E PASSATEMPOS

CULINÁRIA

DIVERSOS E FAVORITOS

LEITURA

MODA E BELEZA