Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A minha vida dava uma série...

(qualquer semelhança com outras realidades, é pura coincidência!)


Quinta-feira, 09.10.14

Quem me dera

Quem me dera poder deixar-te a sorrir todos os dias e a todo o instante.

Quem me dera poder impedir que lágrimas caíssem dos teus olhos.

Quem me dera poder estar sempre por perto em momentos de tristeza ou de aflição.

Quem me dera proteger-te de tudo e de todos que te possam magoar.

Mas só te posso dizer que é assim mesmo, sempre foi e será,

a vida pode ser cruel por vezes, mas temos que ter força e sorrir depois, porque dias melhores virão.

Adoro-te princesa.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Patrícia Madeira às 09:21

Quarta-feira, 17.10.12

Para ti Maria Inês

Há 5 anos que mudaste a minha vida, encheste-me de orgulho, ensinaste-me o que é o verdadeiro amor e fizeste-me mais feliz.
Desejo-te o melhor, hoje e sempre, estarei a teu lado.
Muitos parabéns neste dia especial, beijinhos da mãe que te adora, ês muito linda e meiguinha, um bocadito teimosa, mas o pai diz que é determinação, enfim...o que interessa é que te adoro!

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Patrícia Madeira às 11:10

Terça-feira, 16.10.12

O Bolo de aniversário da Maria Inês

A princesa amanhã está de parabéns, faz 5 anos, já está crescidinha, aiai como o tempo voa...
A mãe quis fazer uma surpresa e preparar-lhe um bolinho para a festinha no Jardim de Infância.

Há semanas que andava a planear como seria o bolo, até fiz um esboço do desenho.
E hoje, quando coloquei o meu projecto em prática, conclui, ao colocar o tabuleiro no forno já com a massa pronta, que não cabia no mesmo! Como é que é possível ter em casa um tabuleiro que não me cabe no forno? Só comigo...tive que rever todo o projecto, lá fui eu tirar a massa do tabuleiro gigante, coloquei noutro mais pequeno, e lá fui eu fazer outro desenho (até acho que o castelo ficou mais giro). A partir daí sucederam-se uma série de acontecimentos desastrosos, mas fui dando a volta à situação (à minha maneira), e o resultado, a meu ver, até nem ficou mau de todo.
A Maria Inês adorou e está ansiosa para o dia de amanhã chegar e mostrar os bolo aos amiguinhos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Patrícia Madeira às 21:05

Terça-feira, 16.10.12

Ainda me lembro...

...quando ouvia aquela música vezes sem conta, enquanto passava a ferro, já com a barriga bem grandinha encostada à tábua, sonhava com o dia em que nos íamos (re)conhecer, imaginava como seria ter-te nos meus braços, a embalar-te ao som da mesma música que me fez sonhar e esperar pacientemente por ti...

 

Ainda me lembro quando já no meu colo, te embalava nesse mesmo quarto onde em tempos ouviamos a música de sempre,  cantarolava-te mais umas vezes como se nada tivesse mudado...mas tudo em mim e à minha volta mudou...paravas de chorar e adormecias...era um momento só nosso, sempre foi...


E ainda hoje, passados 5 anos, me pedes para ouvir essa música, gostas muito e nem sabes porquê. 

Um dia vais perceber, assim como a letra da música que tanto significado teve e tem para mim, ouve-a com atenção, e sê feliz.

Adoro-te princesa!

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Patrícia Madeira às 14:34

Quinta-feira, 04.10.12

O meu projecto para dia 17

Ainda não me saiu da cabeça a ideia de fazer bolos engraçados (ou pelo menos a tentativa para tal), fiquei um tempinho parada, mas era só para perder uns quilinhos. Como a M.Inês faz anos dia 17 deste mês, tenho um bom motivo para retomar ao recente hobbie...e já estou de volta do meu projecto de bolo de aniversário, um castelo de princesa!

Estou ansiosa por pô-lo em prática, mas também com algum receio, visto que desta vez o "público-alvo" é mais exigente, afinal de contas, este bolo vai directamente para o Jardim de Infância para celebrar o aniversário da M.Inês juntamente com os seus coleguinhas. Esperemos que corra tudo bem, entretanto vou pensar na decoração, ainda tenho dúvidas quanto a isso, se alguém tiver sugestões diga, que eu agradeço.


Autoria e outros dados (tags, etc)

por Patrícia Madeira às 11:06

Quarta-feira, 12.09.12

Inicio do ano lectivo

Insónias, dores no peito, falta de ar...estou numa crise de ansiedade! Sexta-feira é o dia em que os meus filhotes vão para o Jardim de Infância, vou deixar de tê-los debaixo de olho, e ficar sozinha em casa, abandonada aos bichos (pelo menos até às 15h).

A M.Inês não me preocupa, a escola para ela já não é novidade, é o 3º ano no JI, e está inquieta para rever os seus amiguinhos. O que me está a preocupar é a entrada do Duarte, todos dizem que ele se vai adaptar muito bem, porque é extrovetido, é mais "dado", ainda por cima tem a irmã na mesma sala (só há uma para todas as idades)...mas eu não acredito nisso, eu acho que me vou desmanchar em pedacinhos quando ele se agarrar com toda a força às minhas pernas a chorar como se não houvesse amanhã e a querer vir comigo para casa. Ai o meu pinguças na escolinha, até dói!.


Autoria e outros dados (tags, etc)

por Patrícia Madeira às 10:40

Sexta-feira, 31.08.12

Acho que estou a ficar igual à minha mãe...

...dou por mim a usar a frase que mais ouvia dela quando era miúda "vá come isso tudo, olha que há muitos meninos que não têm o que comer...", hoje farto-me de dizer o mesmo, à M.Inês em especial, que é uma "pisca" à mesa.

Mas quando lhe digo, mesmo antes de terminar a frase, fico com a ideia de que ela não deve entender lá muito bem o que lhe quero transmitir, afinal de contas, quando ouvia a minha mãe a dizer isto, eu respondia sempre "então envia-lhes esta comida que eu não gosto". Eu entendia que era a melhor solução para todos, e no entanto a minha mãe insistia em querer que eu comesse tudo em vez de mandar para esses meninos, o que me fazia grande confusão, era tão fácil resolvermos esta questão, e assim não teria mais que ouvir esta frase. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Patrícia Madeira às 14:33

Quarta-feira, 15.08.12

Mãe de 2 filhos com orgulho

Já há tempos que a minha mãe me andava a tentar convencer ficar com a M.Inês em casa dela, pelo menos 1 noite, e ontem não lhe fui capaz de recusar o pedido. Só me lembro de ter ficado "sem filha" na altura que nasceu o Duarte, passei 1 semana no Hospital por causa da icterícia dele, e como o Francisco trabalhava, a M.Inês passava os dias com a avó Lena.

Ontem voltei então para minha casa apenas com um filho no carro, logo aí estranhei, afinal de contas já são quase 5 anos com 2 filhos sempre juntos.

O pai ficou devastado, mal falou a noite toda, aliás, a única coisa que me disse foi "já estou tão pouco tempo com os meus filhos..." (amoroso hein? embora um pouco dramático demais para meu gosto).

Foi uma noite tão sossegada, que se não fosse o Duarte a perguntar pela irmã de 15 em 15 minutos, eu nem dava por ele.

Esta manhã continua tudo muito calmo, não há brigas, não há gritos nem choros, não há corridas e quedas aqui e acolá, não há pedidos disto e daquilo a toda a hora e a dobrar ("ainda não temos mana" diz o Duarte)...o que me faz concluir que ter apenas um filho talvez seja o paraíso na terra, há sossego, descontração, tempo disponível...entre outras coisas mais. Mas também fico com a certeza de que se fosse mãe de um só filho, não ía ter tanta animação no meu dia-a-dia, a minha vida ía ser monótona e chata, já não consigo imaginar-me sem os meus dois filhos juntos, por isso, digo com orgulho "SOU MÃE DE 2 FILHOS E SOU MUITO FELIZ POR ISSO".

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Patrícia Madeira às 09:51

Quinta-feira, 19.07.12

Lição de vida

M.Inês: Mãe, estava a dançar e caí!

Eu: Então tens que ter cuidado para a próxima

M.Inês: Tá bem, eu não caío mais!

Eu: Ohh filha hás-de cair muito na vida, é assim mesmo, depois levantas-te e voltas a dançar!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

por Patrícia Madeira às 12:35



Acerca de mim

foto do autor


Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Novembro 2017

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930

Visitas

HTML Hit Counters
Web Counter



Blogues e páginas que sigo

TRALHAS E PASSATEMPOS

CULINÁRIA

DIVERSOS E FAVORITOS

LEITURA

MODA E BELEZA